“Quem vê caras, não vê depressões”