“Brincar é a linguagem mágica da infância”